DEPRESSÃO

O QUE É DEPRESSÃO?

Muitas vezes usamos a palavra depressão para descrever nossos sentimentos, é comum nos sentirmos mais ou menos felizes em determinadas situações, porém a depressão, enquanto evento psiquiátrico é algo bastante diferente, é uma doença que, como qualquer outra, precisa ser tratada.

Muitas pessoas pensam estar ajudando um amigo deprimido ao incentivarem ou até cobrarem tentativas de reagir, distrair ou se divertir para superar os sentimentos negativos. Normalmente esta atitude tem efeito contrario, se o amigo realmente quer ajudar o importante é ouvir a pessoa que se sente deprimida.

Depressão é uma doença que compromete a pessoa como um todo, o físico, o humor e, em conseqüência, o pensamento. A Depressão altera a maneira como a pessoa vê o mundo e sente a realidade, entende as coisas, manifesta emoções, sente a disposição e o prazer com a vida. Ela afeta a forma como se alimenta e dorme, como se sente em relação a si próprio e como pensa e reflete sobre as coisas.

A Depressão é, portanto, uma doença afetiva ou do humor, não é simplesmente estar na "fossa" ou com "baixo astral" passageiro. Também não é sinal de fraqueza, de falta de pensamentos positivos ou uma condição que possa ser superada apenas pela força de vontade ou com esforço.

Para a pessoa deprimida, tudo parece ser difícil e cansativo não consegue reagir e melhorar por conta própria, por mais que tente. Nestes casos, a avaliação por um profissional e o conseqüente tratamento é o caminho adequado na busca do bem estar.

Todas as pessoas passam por dificuldades na vida, a tristeza faz parte da vida psicológica. Porém quando além da tristeza a pessoa passa a não funcionar, ou funcionar com dificuldade tendo sua vida comprometida, podem ser indícios de que esteja sofrendo de depressão.

É comum ficar triste e pesaroso quando se perde um ente querido, porém pensar em suicídio, ficar triste um ano inteiro, ou deixar de fazer suas atividades rotineiras vai muito além de uma tristeza normal.

QUAIS AS CAUSAS DA DEPRESSÃO?

Não existem causas bem definidas para a depressão e, sim, uma soma de múltiplos fatores genéticos, psicológicos e ambientais que podem variar de pessoa para pessoa, de acordo com uma tendência maior ou menor para a doença.

Em algumas famílias, a depressão pode ocorrer de geração em geração. Mas também pode manifestar-se em indivíduos que não possuem nenhum histórico familiar dessa doença.

Freqüentemente a depressão está associada à redução ou ao excesso de certas substâncias neuroquímicas.

Pessoas com baixa auto-estima, que vêem sistematicamente a si mesmas e ao mundo com pessimismo, ou que se deixam facilmente abater pelo estresse, são predominantemente depressivas.

Uma perda importante, uma doença crônica, conflitos de relacionamento, dificuldades financeiras ou qualquer alteração indesejada na vida também podem desencadear episódios depressivos.

COMO A PSICOTERAPIA PODE AJUDAR?

Existem várias formas de se tratar a depressão. Comumente se faz necessário o uso de medicamentos associados à psicoterapia, embora, em casos mais leves esta possa ser o único tipo de tratamento.

A psicoterapia psicanalítica é uma técnica terapêutica inspirada na teoria psicanalítica que visa proporcionar ao paciente um melhor entendimento do seu funcionamento mental e a resolução de seus conflitos internos. Através de um processo gradual em um ambiente seguro e confidencial, o paciente é convidado a explorar seus sentimentos, pensamentos e fantasias de forma a buscar a compreensão de seu sofrimento mental.



Fonte: anasilviapsicologia.com.br
Autora: Ana Silvia Massud Cavalcanti Faustino.

Rua Ribeiro de Lima, 282 - Cj 902 - São Paulo.

Magali Soraya de Souza © 2015 Privacy policy